Ancoragens

Ground Anchors

As ancoragens são utilizados para transferir forças que atuam sobre estruturas de contenção na parte de trás do terreno ou em profundidade. As ancoragens permitem a construção de escavações sem a utilização de escoras durante todo o trabalho. Neste caso, as ancoragens são temporárias.

 

Noutros casos, as ancoragens podem ser utilizados em estruturas duradouras, como nos telhados em forma de tenda do Estádio Olímpico de Munique e, depois, funcionar como ancoragens permanentes.

 

A invenção e a patente destas ancoragens por injeção que suporta paredes de contenção à parte de trás do terreno, representou um feito importante para a Bauer em 1958 no desenvolvimento de fundações especiais para o Grupo BAUER. As ancoragens são elementos estruturais em que é produzido um bolbo de selagem, injetado no subsolo com calda de cimento, em redor da extremidade da ancoragem. Esse bolbo injetado é ligado, através dos cabos de aço da ancoragem, à estrutura ou à parte rochosa. Qualquer carga a ser suportada pela ancoragem é transmitida para o terreno, não em todo o comprimento da ancoragem, mas apenas na zona da selagem. A secção da barra ou cordões de aço onde a ancoragem se pode expandir denomina-se por comprimento livre.

 

Este método funciona como uma mola que pode ser pré-tensionada para a estrutura contra o terreno. As ancoragens injetadas apenas são sujeitas a tracções. A sua capacidade de carga é verificada através do pré-tensionamento.